Formiguinhas do campo: Julho 2010

17 de julho de 2010

Blog de Férias...

O Ano Lectivo está a chegar ao fim...É tempo de avaliar o passado e planear o futuro!
A todas as crianças e pais do J.I. Crescer no Campo, amigos e visitantes do Blog que partilharam connosco todos os momentos fascinantes, umas Boas Férias!!!!

Volto em breve... :)

Artistas...


Depois de duas semanas de praia as formiguinhas encontraram vários materiais preciosos para a realização desta exposição! E foi com maior entusiasmo que todos juntos criamos naquele dia um atelier...

Do Pé para a Mão...

´

E foi dos pés para as mãos que fizemos chegar aos meninos do IPO os nossos fantoches...com histórias, sem histórias, com chapéus, com botões, porquinhos, meninas, todos eles feitos com muito carinho!
Desejamos boa sorte a todos os meninos...

12 de julho de 2010

Energia solar...

Sabias que podes fazer corridas de carros e de barcos, construir fornos e aldeias e mover comboios sem precisares de pilhas, combustível ou electricidade? Basta apenas que esteja um dia sol para que a estrela mais brilhante do Universo ponha os teus brinquedos a andar... :) A energia solar é uma fonte que não faz poluição!!!




6 de julho de 2010

Influênciou gerações...

HISTÓRIA DO SR. MAR

Deixa contar...
Era uma vez
O senhor Mar
Com uma onda...
Com muita onda...
E depois?
E depois...
Ondinha vai...
Ondinha vem...
Ondinha vai...
Ondinha vem...
E depois...
A menina adormeceu
Nos braços da sua Mãe...

Matilde Rosa Araújo, O Livro da Tila

2 de julho de 2010

Os últimos dias de praia...


As formiguinhas para além de se banharem na água fresquinha tiveram algum trabalho de praia...apanhámos muitas pedras, conchas, búzios... e construimos castelos de areia...tudo isto para os nossos próximos trabalhos!!!

Porque gosto muito...

"Os nossos meninos não são os de antes... Trocaram os brinquedos de madeira pelos sofisticados brinquedos de luzes e som, que só com o simples toque numa tecla fazem aparecer o mundo fantástico da electrónica.
As educadoras não são as de antes... Fotocopiam, ampliam, colam papéis de texturas maravilhosas, e reconstroem pegadas de animais pré-históricos só com o simples acto de misturar água e gesso...
Mas há coisas que não mudam, que o tempo e os anos respeitam... O olhar de uma criança de mão dada com o educador e o contacto silencioso, caloroso, são sinais entranhados de um código únicpo, de um sentimento profundo de amizade.
Uma criança e o seu educador... são capazes de tudo. Podem passar horas juntos escutando cantigas, resolvendo problemas com caricas e pauzinhos ou simplesmente a brincar com a imaginação. Podem fazer as maiores invenções e tentar salvar o mundo plantando uma árvore.
Não são as crianças de antes... As educadoras e os educadores não são os de antes... O mundo não é o de antes...
Mas há coisas que não mudam, a capacidade de deslumbramento, a força da natureza, o olhar de uma criança e o carinho de um educador que se entrega sem condições, dia-a-dia, que sonham e trabalham juntos por um mundo melhor, com um código único, eterno, poderoso, indestrutível: o de uma profunda amizade."

Cecilia Sabbatini